#sp17j

Padrão

Se sentir parte de algo grande, importante, relevante e histórico. Limpo, pacífico e organizado. E ter certeza que valeu a pena. Sei que todos que ontem abraçaram o Brasil (indo às ruas e gritando frases de protesto ou ficando em casa apoiando as manifestações e se orgulhando de cada um que estava também), compartilham desse meu sentimento hoje.

Aos que insistem em afirmar que tudo isso é por causa de R$ 0,20, meu sinto muito pela ignorância e apatia. Pra mim, esses vinte centavos foram a gota d’água de uma torneira que estava molhando há muitos anos. Ontem, mais de 230 mil pessoas em 12 capitais do País decidiram voltar mais tarde pra casa em uma segunda-feira depois do trabalho. Por quê? Com certeza existem mais inúmeros motivos além do aumento da tarifa do transporte público.

Acho que mais do que mostrar a força e a grandeza de um país visto como acomodado, os filhos desta pátria calaram a boca dos irmãos que não lutam pelo Brasil, daqueles que reclamam todos os dias, mas acham mais fácil se conformar. Dos que preferem abandonar. Planejar morar no exterior, instalar alarmes de segurança em casa, comprar uma boa TV e assistir os jogos de futebol e o Carnaval. E o Jornal Nacional – pra depois poder comentar a “algazarra” dos manifestantes com o vizinho no elevador. Dá preguiça, né, levantar a bunda da cadeira e tentar mudar algo, tentar ser útil diante de uma vida inteira obedecendo. Parece impossível mover um bloco de concreto tão grande. Mas pensemos que se não fosse eu, não fosse você ou cada um que esteve ontem arrepiado e excitado reclamando abusos, não teríamos sido a multidão que fomos. E isso FAZ a diferença.

Para um país que sempre foi visto como muito preguiçoso e fraco para este tipo de manifestação, desculpa, mas me dou o direito de um texto emotivo. Porque quase chorei diversas vezes, o sorriso tava flácido e fixo, e meu coração não parou de pular dentro do peito a cada passo, a cada aceno e a cada mão dada que eu via. Ontem tava todo mundo desabafando, sem medo de gritar. É a vontade de ser ouvido compartilhada com mais 230 mil vozes em todos os cantos do Brasil e do mundo. O povo conquistou algo grande ontem. O Brasil ganhou energia.

Hoje, 18 de junho, pela primeira vez em muitos anos, dá orgulho ler as notícias dos portais na internet e dos jornais. Porque as notícias foram de paz, de coragem e também de esperança. Eu estive lá e estarei sempre que o Brasil chamar. A vontade é de continuar escrevendo aqui, tentando descrever a alegria e o orgulho de fazer parte desse momento. E de listar todos os meus motivos para sair às ruas e dizer “não dá mais”. Mas sei que é um esforço em vão. A verdade é que a sensação hoje deve ser sentida individualmente porque é reflexo de uma ação coletiva simplesmente do caralho.

Imagem

Avenida Paulista_17.jun.2013

Uma resposta »

  1. Mana, nem preciso dizer o quanto compartilho do sentimento por justamente por ter compartilhado esse momento com você, né?

    Foi do caralho participar desse dia tão diferente de tudo que a gente já viveu desde que se entende por gente. Se vai dar em mais algum resultado a gente não sabe, mas a gente nunca vai ficar com a dúvida do “e se”.

    Pra mim, o sentimento é de que a esperança coletiva se renova. E isso por si só já é um impulso pra muita mudança.

    Obrigada por ter estado lá comigo. Estaremos juntas nas próximas. <3

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s