Marcha, soldado

Padrão

Cabeça de papel/Quem não marchar direito… não se diverte em Barcelona!

O quê? Pensou que este seria um post dedicado às crianças? Pois não é.  O tema de hoje é exclusivo para os fortes, os bravos, os valientes, os que se deixam levar pela empolgação ou simplesmente não sabem para onde estão indo. Sim, estou falando dos que se aventuram para ir para balada em Barcelona.

É, minha gente… a balada, que aqui chamamos de marcha, é para poucos. E estes poucos são muitos em Barna. Separe seu calçado mais confortável, muito pique, um mapa (se possível) e vá até a estação de metrô combinada (que aqui também são muitas), onde tudo começa. Do ponto de encontro, deixe-se levar pela diversidade e pela não tão pequena extensão da cidade.

De bar em bar, de chupito em chupito, de caña em caña, de quilômetro em quilômetro… você vai conhecer muitos lugares. A alguns, nunca vai querer voltar. A outros, não saberá como conseguirá voltar. E ainda há uma  terceira categoria: aqueles aos que você não gostaria de voltar, mas, por inércia ou pura necessidade, é onde a noite termina e a manhã quase começa.  Acredite. Eles poderão salvar sua marcha. Não porque são mais especiais que os outros… mas porque são os que estão abertos! É, minha gente2 , porque as baladas expiram com rapidez em Barcelona. Os bares, quando começam a encher e a cabeça começa a ficar levinha, fecham. Que horas são? Cedo! Cerca de 23h/23h30. É hora de procurar outro. Estes segundos, quando você acha que vai poder começar a dançar sem ninguém olhando, fecham também. Já são 2h/3h e você poderia comer um kebab, tomar uma coca e ir para casa a tempo de dormir algunas horas para aproveitar o dia seguinte. Mas não.

.hummm. acho que eu iria de "aquele que não sente dor nos pés".

Você vive a vida intensamente…perigosamente… eu diria mais: inadequadamente. Seu cérebro está certo de que você tem pés e energia suficiente para ficar mais algumas horas na cidade para brincar de caça ao tesouro e encontrar um lugar aberto. Caramba! Isso é um acampamento de férias ou uma noite em uma das maiores capitais europeias? Isso é a marcha em Barcelona, folks. Eis que algum líder escolhido ao acaso e, portanto, da melhor maneira, decide guiar o grupo para um lugar que ele conhece, que estará aberto e não cobra nada para entrar (mas que provavelmente cobra bastante pelo que vende). Aquele mesmo cérebro equivocado (que bom seria se a gente tivesse algumas opções de troca, não? Igual àquelas pulseiras dos relógios Champion que, por sinal, eu nunca tive) envia sinais claros. Você só ouve: “É uma cilada, Bino. Corre, Pedro! “.

Mas não2. Você insiste e acata o pedido de silêncio de alguém que você não sabe quem é para subir uma escada que nunca termina, que leva você a um lugar “secreto”. Não é a primeira vez que você entra neste lugar e, como acontece com todo segredo que já foi revelado, ele deixou de ser segredo para você. Você acha graça, mas ainda não se acostuma com o teto de fumaça, aqui altamente permitida em ambientes fechados. Ele faz você lembrar de um lugar familiar que foi derrubado para virar condomínio de gente rica na sua cidade natal, onde as baladas não fecham. Você sente falta das pessoas que costumavam estar com você neste lugar. Agradece que uma delas está ao seu lado e faz o comentário em que você estava pensando e espera que as  outras estejam com você em breve. Você ri muito e seus novos amigos não entendem por quê. Quem sabe um dia não precisaremos mais explicar piadas. Existe potencial. Você fica neste lugar mais algum tempo, desiste de testar o ônibus da madrugada e espera o ferrocarril abrir.

Você teve sorte. Sua pulseira preferida Seu cérebro continua intacto e, apesar de ofegante com a rampa que leva você à sua casa, seus olhos estão abertos (e borrados com a maquiagem que não resistiu) quando é recebido  com um espetáculo que também tem hora para acabar: o nascer do sol. It feels like home.

E aí, prontos pra marcha? Bons soldados ou não, presos no quartel é que não dá para ficar.

Por Má-Má.

.a recompensa para os fortes.

Anúncios

»

  1. Simplesmente genial! Esse texto poderia ter sido escrito por mim se eu tivesse a ousadia de escrevê-lo e o estilo que não é meu para fazê-lo! :) Mas as sensações e percepções são as mesmas. Surround vai sempre definir a gte por aqui! hahaha Mas uma coisa é fato: não riria tanto se estivesse só. hahahaha E, da próxima vez, a gte chega, faz um café-com-leite, assiste ao pôr-do-sol se consolidar e vamos à Montserrat aproveitar o dia! ;) E no próximo fds, marcha novamente!

  2. Hahahha
    gente, genial!!!

    To amando “conhecer” Barcelona pelos posts de vcs!
    To vendo que qq tipo de sapato com salto será altamente “desrrecomendado” pra nossa Eurotrip, né? hahaha ainda bem pq eu nao os levaria… hahahah

    e isso é q é vista, hein? =]

    • hahahaha
      carol, isso é o que te espera.
      sim, altamente desrecomendado!! e, sim, é possível tomar vodka por aqui…esses chupitos têm base de vodka. hahaha
      são a morte! é tipo um shot, num copito. e podemos fazer a receita que quisermos. é muito engraçado…e cada um custa um euro!
      mana, essa vista é o caminho pro nosso lar. prepare-se tb. :)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s