Nada de pic-pic, nem ra-tim-bum!

Padrão

Hoje é meu aniversário. E eu acordei mais realidade do que nunca. Sincera comigo mesma, sabe? Sem desejar amor, paz e saúde. Dane-se os 24 anos de puro viver. Eu quero mesmo é dinheiro, um bom emprego, amigos divertidos, muita festa e minha família sempre bem de vida. Sucesso. Sossego. Sexo. Sons. Saudades.

Pra ser bem franca, quero homenagens, conquistas, elogios, abraços fortes e beijos com segunda intenção. Quero que o dia hoje passe devagar pra eu me sentir lembrada, querida e importante. Quero ser o centro das atenções e nem me sentir desconfortável por isso.

Não quero críticas, nem as construtivas. Quero me sentir bem. Comer bem. Conversar coisas legais com as pessoas que eu gosto. Quero atender ligações só de quem vai me falar e desejar coisas de verdade, do coração, do mais fundo da mente. “Quero estar cercado só de quem me interessa”. Não quero que lembrem de mim hoje. Quero estar perto daqueles que lembram de mim sempre. Se não lembra, pode esquecer do meu dia, obrigada.

Não quero nhé-nhé-nhé, nem assoprar velinhas. Nem enfiar o dedo no bolo e desejar sei lá o quê, que nunca acontece. O primeiro pedaço do bolo? Vai pra mim. E não vou cortar pra mais ninguém. Quero que meu dia seja um incêndio e que eu me lembre dele pro resto da vida. Não quero ele calminho, bonzinho, gostosinho. Quero o dia do meu aniversário agitado, gorduroso, safado e barulhento.

Afinal, porra, são 24 anos! Já foram 9 depois dos 15! E faltam 6 pros 30! Não me irrite. Eu já tenho irritação suficiente aqui dentro de mim. Irritação que pode, facilmente, ser transformada em gargalhadas. Da sua cara.

Não me deseje ‘coisas boas’. Seja claro, seja específico e não generalista, burocrático. Me diga exatamente o que você me deseja. Desenvolva suas ideias e não me force a pensar que você só deseja que meus sonhos cheguem o mais perto possível de tornarem-se realidade antes que eu desista de cada um por me convencer que são improváveis. Quero mais que isso. Quero o seu desejo. Aquele mesmo, que você quer só pra você.

Neste dia 27 de abril de 2010, desejei escrever um post com tudo que quero além daquele óbvio que peço todo ano.

Por May

»

  1. Muito FODA!!!!
    Acho que é disso que precisamos agora: Um pouco de sentimentos verdadeiros -mesmo que seja o verdadeiro emputecimento…

  2. O Charlie chegou antes de mim, mas a idéia é a mesma: eu te desejo, hoje e sempre, honestidade com você mesma antes de tudo.

    E, acredite, é isso que eu mais desejo para mim também.

    Desejar o óbvio, o mesmo de sempre é ter medo de querer demais e correr o risco de receber de menos. Mas quem não arrisca…

    Pra você (e pra mim), eu só quero o que fuja do lugar comum, Max. =D

  3. E espero que, não só nesse dia, mas no resto do ano, você também tenha isso tudo. E, na maior sinceridade? Eu também, porque merecemos! Amanhã te dou um abraço =D E feliz aniversário!

  4. hahahahahahaha
    e foi do jeito que vc quis? :)
    “agitado, gorduroso e barulhento”, com certeza! o safado fica no teu sonho comigo, chica. hahahahahahaha
    :P
    vai cavando oportunidades que um dia vc consegue.

    e ai de vc se enfiasse o dedo na sobremesa, viu? hahahahaha
    talvez eu desejasse algumas coisinhas ruins pra vc.

    chica, clichês à parte (tudo de melhor! felicidade! é seu aniversário mas quem ganha o presente sou eu!, etc.), só me resta reforçar o meu desejo de que estejamos sempre juntas (se vc não pediu isso, já era. eu pedi e vc vai ter que me aguentar). :)

    sabe o que vc é?
    sei.
    alguém que eu quero sempre por perto.

    bjo.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s