Aqui e em qualquer lugar

Padrão
  • O endereço: a Paulista.
  • O ponto de encontro: aqueles sofazinhos da Cultura onde as pessoas dormem e lêem.
  • O evento: o reencontro depois de 5 anos desde o último, que também aconteceu na Paulista, seguido de jantar.
  • A companhia: a Ná, a amiga. Uma das melhores que, assim como eu, vive com o celular quebrado e caiu nas redes sociais, mas prefere os encontros presenciais.
Bom, não posso reclamar das redes. É por elas que esse blog existe e que a Ná me reencontrou no Facebook. Mas poderia ter sido em qualquer outro lugar. Sabe uma daquelas pessoas que tem que fazer parte da sua vida? Que você nunca vai esquecer de onde conhece, mas que tem certeza de que encontraria em outra oportunidade? Pois a Ná é assim. E eu tive a sorte de conhecê-la em 2001, quando eu tinha alguns quilos a menos e muitos centímetros de cabelo a mais.

Eu não sei o que seria do meu primeiro colegial sem ela (e não é que faz tempo!?). Eu só continuei acreditando no ser humano (e em mim) por causa dela. É sério. Foi um ano difícil aquele. E, além do trauma de helanca azul que eu tenho hoje, tudo poderia ter sido pior. Ela fazia os exercícios de Física parecerem muito fáceis (quando eu realmente achava que aquilo era a coisa mais importante do mundo) e, no mesmo dia, poderíamos passar horas conversando sobre a vida, sobre tudo que não era exato mas que dava o mesmo trabalho pra entender quantos as fórmulas até hoje indecifráveis para mim. Já a ouvi dizendo mais de uma vez que ela é uma pessoa difícil. Pois, se for, eu sou bem diplomada. Porque… oh, boy… como é fácil gostar dela!

Em quase quatro horas de jantar, passamos voando por cinco anos. Nunca uma quiche rendeu tanto! Concha y toro. Passaporte. América Latina. Potencial. Bipolaridade. Cursos de idiomas. Amores e desamores. Planos, muitos planos. E, apesar de tanto tempo distantes, confesso que não foi uma surpresa: continuamos muito parecidas. E os tais planos, idem. 

.a amiga que é como quebrar a casquinha do crème brûlée.

Já estivemos em muitos “mesmos lugares” em momentos muito diferentes (os tais sofazinhos só fazem sentido para quem já sentou neles, por exemplo) e é uma pena que não tenhamos nos encontramos em nenhum deles durante estes anos. Ela já foi a muitos outros lugares aos quais eu adoraria ir. O contrário também aconteceu. E com certeza existem muitos outros que nenhuma de nós conhece e que – espero mesmo – que possamos conhecer juntas, ouvindo Jet Plane, que tanto me faz lembrar dela, ou Mombojó, a banda que ela me apresentou e que fez tanto sentido quando conheci. 

Estou algumas páginas atrás – literalmente – no cumprimento do objetivo de vida que agora não é exclusividade dela. O que importa é que aqui e em qualquer lugar, agora ou em tempos diferentes, mantê-la por perto sempre vai fazer parte dos meus.

 Por Má-Má.

»

  1. Passado o momento ciúmes, por favor, nos apresente essa Ná – que parece ser uma das nossas! :)
    Bjos, gatona. Estou feliz que nos veremos hj!

  2. É tão gostoso saber que, depois de tanto tempo sem se ver, depois de termos passado por experiências completamente diferentes, a cumplicidade continua a mesma de sempre, né? *-*

  3. Nossa.
    Porque o famigerado tempo também tem dons incríveis de surpreender-nos deliciosamente. Assim como vinhos chilenos baratos e crème brûlée.
    Porque os nossos quilos a mais e – realmente a coincidência é tanta – centímetros a menos de cabelo não mudam o nosso núcleo essencial intangível. Afinal, em 5 anos o longínquo se desenvolveu e virou essa enorme e inútil expressão. Que você ainda e pelo visto desde sempre entendeu e isso é incrível.
    E foi assim que eu ganhei o meu dia, mês, quiçá ano! É, definitivamente, foi a redescoberta do ano.

  4. Pingback: Really mean it. « A palavra final é: continue…

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s