Queria minha vida cantada

Padrão

Nos dias como hoje, seguintes à minha ida a algum musical, sempre tenho vontade de escrever sobre isso, mas não me pergunte o porquê de nunca ter feito. Hoje resolvi aproveitar a empolgação seguida da pré-estreia de CATS (@musicalcats), que assisti ontem, no teatro Abril. O espetáculo é lindo. Luzes para todos os lados e interação dos ‘gatos’ com a plateia, que, a meu ver, cria uma simpatia interessante com o público. O cenário é superdivertido e as roupas dos artistas são lindas. A decepção da noite ficou por conta da minha expectativa errada quanto à peça: queria ouvir Saulo Vasconcelos e Paula Lima cantarem mais. A surpresa boa foi o bailarino Jhean Allex, que faz uma performance de arrepiar como o gato Mistoffeles (sem contar o figurino todo preto, que eu amei). Ah, fora que a composição e tradução da letra original da Broadway foram feitas pelo Toquinho.

Acho que meu primeiro musical foi O Mágico de Oz. Lembro que na época, nem morava em São Paulo e vim só pra assistir. Fiquei meses pensando a vida dentro da história e reconhecendo características dos personagens nos meus amigos, irmãs e pais. As pessoas nem gostavam muito dessa minha mania, não. Mas eu nem ligava. Daí passei um tempão sem assistir nenhum. Por vários motivos. Enfim, que não veem ao caso agora. Com exceção do primeiro, que eu nem tenho certeza se foi mesmo minha estreia nos musicais e do último – afinal, foi ontem, não lembro a ordem cronológica dos outros. Só sei que ano passado foi intenso. E eu adorei. Tem gente que não entende como existe quem adora esse tipo de ‘lazer’. Eu vou dizer por que eu acho incrível: pra mim, são os artistas mais completos: precisam cantar loucamente, dançar como bailarinos, atuar sem a ajuda de diálogos claros, fazerem-se entender e ainda conhecerem coreografia e terem presença de palco. Tudo isso ao mesmo tempo. É simples minha justificativa.

Meu preferido foi A Noviça Rebelde. Ah, gente, e nem sei explicar exatamente o que me fez preferi-la. Talvez a história remeter à infância. A Ester Elias, que estava perfeita, também contribuiu bastante. Só sei que me emocionei muito e até chorei :S que, claro, não são reações exclusivas à Noviça. Não importa se é a Bela lutando pra salvar seu pai do povo que o achava louco em A Bela e a Fera, ou o suicídio de Kim depois de uma vida de muita luta em Miss Saigon. Ou minha torcida para que Amélia conseguisse recuperar o amor de Herculano sem ter que cumprir a sétima tarefa, imposta pela cartomante Dona Carmem no SETE… não tem jeito, eu sempre saio do teatro já pensando qual será o próximo.

Sem dúvida, Avenida Q também está no topo da minha lista, diria que até empatada com A Noviça Rebelde. Mas essa é fácil de falar porque gostei tanto: porque não parava de rir. Os personagens são facilmente reconhecíveis no nosso dia-a-dia e as histórias são comuns, reais. Então, é quase impossível não criar empatia com cada um dos personagens, que nos matam de rir nos diálogos. Mas o atrativo maior fica por conta da mistura de bonecos e pessoas em uma sintonia inacreditável.

Rent foi um caso diferente. Não assisti à montagem, só o ‘in concert’, que contou com o já conhecido de todos como um dos grandes atores brasileiros, Marcos Tumura, que também estava fantástico como o engraçadíssimo Lumiére, da Bela e a Fera. O próximo será Hairspray, neste domingo. Estou ansiosa. Pra assistir e pra saber em qual contexto um ou mais personagens do musical aparecerão nos meus sonhos da noite do espetáculo. Ou quem sabe, se eu tiver mais sorte, eu apareço no cenário da história? É ba-ta-ta: sonho com todos.

Mas é claro, não posso deixar de citar que uma parte importante de todos esses musicais assistidos é sempre a boa companhia. Não adianta você ir a um espetáculo desses e não ter ao lado alguém que se empolgue como você, se emocione e concorde com o “nóssa, passou muito rápido!”. Tem que ir com aquela pessoa que vira, ao mesmo tempo que você, para comentar a mesmíssima coisa. Aí o comentário fica desnecessário porque você entende que o que a pessoa ia falar era a mesma coisa que você. Obrigada, Bru (@bcarramenha), pela sempre ótima cia.

Por May

Anúncios

»

  1. Que bonito, May! =)
    Adoro ter uma companhia tão excelente como vc nesse programa que – com certeza – não é o preferido da nossa geração, mas sem dúvida é o meu. E se tivessem mais espetáculos como este em cartaz, certamente estaríamos em todos.

    Texto gostoso como sempre. Assim como nossas conversas, jantares e risadas, que envolvem nossas idas ao teatro.

  2. Que texto gostoso, lembrei da emoção de criança ao ver Noviça Rebelde, que com certeza me levou ao gosto pelos musicais. Infelizmente vi apenas o filme! Mas com certeza, ainda mais depois desse post, vou assistir Cats.

    Beijos

  3. Ai, Max.. Ta aí uma coisa que eu também adoro: musicais.

    Eu só não vou a mais por um motivo muito simples: dinheiro. Como são caros por aqui, não? Uma pena, porque este é um programa muito do agradável. =D

  4. chicaaa!! genial! não conhecia esse seu portfólio de musicais!!! :)
    eu tb adoro! e tenho a impressão de que é sempre assim…ou as pessoas amam ou odeiam!
    e concordo com o que vc falou sobre o talento desse povo…são os artistas mais completos…tem um quê de nostalgia, né? sei lá…de resgatar a verdadeira arte de se expressar.
    hahahahaha
    pq hoje em dia é mais fácil encontrar um bom ator ou boa atriz OU um cara gato e uma gostosa OU um cantor ou cantora. tudo isso junto precisa de mto treino, mas tem que ter mto dom no lance!
    adorei esse texto!

  5. Lindo, May! Só fui uma vez a um musical, que era infantil mas, mesmo assim, foi fantástico! Tenho certeza que a companhia é muito importante para curtir ainda mais um espetáculo tão maravilhoso como esses! Espero me inteirar mais nesse mundo dos musicais, e que Hairspray seja ótimo!

    Beijos

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s