I see crazy people

Padrão

Nem vou começar justificando este post porque a hipocrisia passa longe do Palavra e suas Palavretes. Falaremos essa semana – se tudo correr bem – sobre o Big Brother Brasil. PAM. Ok, em quase todos os sites que você acessa, encontra algum comentário sobre o programa e seus participantes. Mas queremos falar mesmo assim! rs

Quando paro pra pensar que já faz dez anos que existe o BBB, desacredito. Juro. Pensa num tanto de coisas que aconteceram na sua vida enquanto Boninho e Globo ganhavam bilhões de reais só por você e mais milhões de brasileiros assistirem pessoas dispostas ao grau máximo de exposição confinadas em uma casa mara. Enfim, é uma vida quase inteira.

Nem tenho noção de como encarava o BBB quando tinha, por exemplo, 15 anos. E nem lembro se gostava ou não. Fato é que não me recordo de mais de cinco ou seis participantes dentre os mais de 150. Mas hoje posso dizer que assisto mesmo. E gosto. Me divirto. Claro que com todos os poréns ever. Como não assino o pay-per-view, não acredito no programa. Encaro como se fosse uma novela ou um seriado, e não como um reality show. Pode parecer exagero, mas acho que tudo ali é manipulado. Até a manipulação mais óbvia da edição, até a computação dos votos, os estímulos que a emissora dá aos participantes para provocar quais reações em quem exatamente planejam. Noiada? Pode até ser.

Não acredito que as pessoas consigam ser elas mesmas quando se está em JOGO 1 milhão e meio de reais. People, hello, não tem como. Apesar da sua extrema boa vontade e verdadeira intenção de ser transparente, ético e manter sua índole impecável, você está preso em uma casa, recebe ordens toda hora sem poder questionar, convive com pessoas desconhecidas como se tivesse casado com todas elas sem amor e ainda compete por uma grana preta onde ‘quem decide’ (teoricamente como já citei que acredito ser) é o ‘povo brasileiro’. Ai. Medo.

E ok, ter a oportunidade de cair nas graças de Boninho, ‘povo brasileiro’, Bial, colegas de confinamento e seja lá quem tenha poder de decisão nessa bagaça, e ganhar R$ 1,5 milhão parece uma boa ideia. Que justifica você enlouquecer lá dentro da casa. E só, somente eles. Talvez familiares e amigos mais próximos pela possibilidade de tirarem algum proveito disso, mas não entendo quem vive aqui no mundo real pra acompanhar o que acontece lá na casa. Tem gente que vive uma realidade paralela: sua vida e do BBB. Alguém avisa essas pessoas que elas não ganharão nem dez centavos desses quase dois milhões de reais não importa o quanto se importam com o jogo? Falo nada.

Mas não achem que por ter consciência de tudo isso, não assisto o BBB, não torço, não fico puta, não checo no UOL quem está com mais votos. Só votar que não voto. Também fico com raiva dos pitis, das fofocas e me simpatizo com os mais bonzinhos. Acho todos loucos, chatos, barraqueiros e insanos. Mas assisto. Acho que quem deve ganhar é o melhor jogador. E não a pessoa mais legal ou que não apronta nada. Afinal, não é um ga-me? Então que ga-nhe o melhor play-er. E pra quem interessar, minha torcida é pro Cadu ou Lia.

E, btw, é o assunto que gera mais polêmica, discussões calorosas e inconformismos no momento. Convença-me do contrário.

Por May.

»

  1. Ah, o BBB… só ele me anima no período entre o ano-novo e o carnaval. Pq, né? Ainda ta todo mundo na pegada das férias, mas qdo o trabalho insiste em te mostrar que nao, vc nao está em férias, o BBB é uma bela distração. =D

    Falando em crazy people, alguém dá um Prozac pro Eliéser? #CHATO!!!

  2. Acho que esse BBB tá gerando muuuito mais polêmica ultimamente do que todos os outros juntos. Nunca assisti porque nunca tive interesse, mas nem preciso. Como parece que esse é o único assunto do qual se fala em todos os lugares por onde passo, todo mundo me deixa a par dos acontecimentos da tal casa =p

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s