Carnaval? Mardi Gras!

Padrão

Ok, eu sei que o assunto já está um pouco ultrapassado, mas ainda acho que vale o registro de que não, este ano eu não tive carnaval. Mas foi pela melhor causa do mundo. Eu fui conhecer outro mundo! Explicando: a empresa em que trabalho promoveu, no ano passado, uma campanha de incentivo que tinha como premiação uma viagem à Disney para todos os colaboradores no carnaval desse ano. Metas alcançadas, lá fomos nós pro lugar onde os sonhos se tornam realidade.

E, se você nunca foi pra lá, é capaz de não acreditar muito nesse papo, afinal, eu mesma não estava levando a sério quando as pessoas comentavam comigo que aquilo tudo era sim um… bem, sonho! Veja bem, a Disney não estava no topo da minha lista de destinos de viagem, mas acho que era pura ignorância da minha parte. Durante sete dias de viagem, foram cinco parques e cinco dias nos quais eu voltei a ser criança. E me deixei levar pela emoção quando entrei na Spaceship Earth e me impressionei com o nosso mundo. Só as lágrimas de ver o Bruno cantando na American Idol Experience superaram aquele momento. Mas apelar pra Your Song é maldade.

E, depois do show do Bruno, eu ainda vi outros tantos tão perfeitos que pareciam mesmo um sonho. Até o Obama eu vi por lá! Representado por um robô/boneco em uma das atrações, claro, mas valeu mesmo assim. Eu voltei dos EUA faz menos de 36 horas e ainda sinto os efeitos do fuso-horário (três horas a menos lá, com nosso horário de verão). Imagine como ainda não está a cabeça, processando tudo que vivi por lá, ainda tentando decidir:

– o melhor brinquedo. Difícil escolher um, mas acho que fico com a Rock n Roller Coaster – a montanha-russa do Aerosmith;

– a melhor comida. Do The Cheesecake Factory, for sure. Mas o Planet Hollywood foi a experiência mais divertida! Pensa num restaurante/bar que tem muitas informações visuais. MUITAS. Agora coloque as melhores músicas pop produzidas pelos americanos. E aumente o volume. Tá aí o clima desse lugar único;

– a melhor companhia. Aqui a briga é dura, além da minha divertidíssima companheira de quarto e de equipe, a Sheila, pude conhecer melhor muitos dos meus colegas de trabalho e tive muitas agradáveis surpresas;

– a trilha sonora ideal. Em primeiro lugar, vem a Hey, Soul Sister, to Train. Que descoberta! To apaixonada por essa música. Depois vem a música da montanha russa e, obviamente que ela é do Aerosmith: Dude (looks like a lady). Coladinho com o Gugu estão a maluca da Lady Gaga com Bad Romance, The Black Eye Peas e sua I gotta a feeling, e Ke$ha com a mais ou menos Tik Tok (que não parava de tocar nas rádios).

– o momento inusitado. Fica por conta da minha participação como figurante no show do Indiana Jones. Eu fui uma dos Laughers. Quem me conhece sabe que eu não poderia me encaixar em uma categoria melhor que essa.

– o que eles têm de melhor. Estou muito em dúvida entre a organização, a educação, a limpeza e tantas outras coisas. Resumindo, acho que é a cultura.

– o que foi mais zuado. Essa é fácil: Snoop Dog. Sim, o rapper, que não apareceu em seu próprio show no Hard Rock Café. OK, ele até apareceu, mas com mais de três horas de atraso, quando todo mundo já tinha ido embora, inclusive nós, que estávamos pegando nosso dinheiro de volta.

Acho que por tudo isso, compensou não ter carnaval esse ano. Já falei que a gente teve Mardi Gras? Não sei qual é a definição oficial desse evento, mas pra mim, é tipo um carnaval americano, que rola em New Orleans, mas que estava rolando nos parques da Universal também. As pessoas se vestem com roupas temáticas (tipo árabes, nobres ou qualquer outra coisa que eu não identifiquei), sobem em enormes pernas de pau, tiram fotos com as pessoas e depois desfilam em uma parade. Mas com tudo que eu ainda tinha pra ver nos parques da Universal, os personagens do Mardi Gras quase passaram despercebidos!

É muita atuação no lance! Na falta de uma foto durante o Mardi Gras, vale minha versão figurante?

Por Carrô.

»

  1. hahahahaha
    genial!!!!!!!!!!!!!!!!!
    eu quero ver TODAS as fotos!!!!! :D
    delícia. e saber de TODAS as histórias que, sabemos bem, nem todas podem ser compartilhadas aqui.
    bjo/bjo

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s