Espelho, espelho meu…

Padrão

Às vezes você está passando na rua e vê aquela pessoa bonita. Indiscutivelmente bonita. Homem ou mulher, você não consegue parar de olhar, como se a beleza gritasse tanto que te deixasse paralisada. Se é homem, você pensa: ai se eu tivesse esse homem pra mim! Como ele é gato! Meu Deus, ô lá em casa! Imagina esse homem mais velho! Se eu tivesse filhos com ele, ia torcer pra puxarem o pai! E por aí vai, mas também passam algumas coisas menos gostosas, do tipo: Puta merda! Namorar esse cara deve dar um trabalho enorme! Será que ele tem namorada? Será que é casado? Será que é gay? Será que tem algum defeito que compensa tamanha beleza?

Se é mulher, você fica com raiva. Mentira dizer que não. Eu costumo imaginar como são os pais dela. Se ela não gosta de alguma coisa no corpo. Se acha que tem, realmente, algum defeito. Depois elejo o que eu queria pra mim: hmmm, ficaria com a minha boca, mas pegaria o nariz dela, talvez a sobrancelha. Se bem que o sorriso é mega charmoso. Será que ela é burra? Ai, ela não deve agüentar mais xavecos furados. Onde ela trabalha? Aí o semáforo fica verde e você vai embora. Pensa nele ou nela de novo, mas logo esquece e nunca mais lembra.

Daí passados os segundos de beleza contagiante, você se vira pro lado e vê a pessoa mais feia que já imaginou existir no mundo. Coitado, deve ter a auto-estima baixa, ser tímido e introspectivo. Deve se olhar no espelho pela manhã e ficar triste. Deve gaguejar ao conversar com alguma mulher e ser caçoado pelos amigos. Zoado na balada. A mãe dele deve gostar dele. Assim espero.

E ela? Tadinha, né. Eu até doaria, sei lá, meu queixo pra ela ser mais bonitinha. Mas o que pegaria em troca? Ahn. Hard. Será que ela já beijou? Já transou? Já foi desejada? Será que gosta de dançar em frente ao espelho? O que pensa durante o banho? Já foi xingada de feia? Humilhada? Como vive essa pessoa? E você vira as costas com a maior pena dela, ela encontra o marido e os filhos e continua a ser feliz.

Quando eu era criança, pensava que existia uma pessoa (não me pergunte quem, nem onde, nem nada) que julgasse com precisão quem era feio e quem era bonito. E eu morria de medo que chegasse a minha vez de visitá-la. E até hoje, se tem uma coisa que me deixa pensando e refletindo é sobre a percepção das pessoas sobre a beleza das coisas. O que pra um é a coisa mais bela e atraente, pro outro não passa de bullshit. E ainda bem que é assim. Todo mundo pode ter admiradores e admirar quem quer que seja. Nunca está errado. Pode parecer o assunto mais idiota esse, mas me instiga.

“Aquela mocinha é tão legal que fica até bonita” ou “Ele até que é bonito, mas de tão metido, já acho ele feio”. Como assim? Sei que isso acontece na real, mas não pode ser. Não faz sentido. A pessoa é daquele jeito e ponto. Não muda se ela é legal, rica, inteligente, engraçada, etc. Ou muda? Por que muda? Às vezes acho que a beleza é tão frágil, tão superficial e tão mutante e influenciável por outras características de alguém que facilmente se sobrepõem à estética que fico sem entender como o mundo ainda gira em torno dela.

 

Por May – linda e feia ao mesmo tempo.

»

  1. hahahahahaha
    eu SEMPRE penso nisso tb, may!!!!

    tem gente que é indiscutivelmente lindo mesmo…mas acaba ficando meio óbvio, né? ou, de tão lindo, a gente busca um defeito.
    fuma demais, ri demais, ri de menos, usa colar de semente, bebe Kaiser, essas coisas…hahahahaha

    sim, tb me instiga demais. mas, sabe…uma coisa é fato…dinheiro atrai dinheiro, certo? e gente gata atrai gente gata…por isso nos unimos!!! hahaha

    não há júri que discorde disso, lindeza!!! hahahaha

  2. Pingback: Um 2010 bonito de verdade. « A palavra final é: continue…

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s