Cocar à Carioca

Padrão

A viagem das Palavretes ao Rio de Janeiro poderia ter sido uma visita típica, com direito a muito sol, praia e passeios nos famosos calçadões, vestidinhos vaporosos e blusas de alcinhas, sorvete à beira-mar e subidas ao Cristo e ao Pão de Açúcar. Bem… estes últimos aconteceram e nos renderam muitos pontos no nosso Indian Express Card, aquele em que você acumula pontos pelos seus programas de índio.

Longe aqui de discutir se esta expressão é ou não é preconceituosa, fato é que ela já é consagrada quando falamos de passeios “micos”. E a Má-Má há de concordar comigo que a nossa volta de bondinho foi O passeio de índio da temporada. Explico: a graça de subir ao Pão de Açúcar está na vista da Cidade Maravilhosa que os seus 396 metros de altura proporciona. Em um dia ensolarado, é o passeio perfeito. Mas… dar as caras lá em cima em um dia totalmente nublado não parece tão boa idéia assim, né? E o que você diz de cinco pessoas que decidiram fazer o trajeto com CHUVA? o_O

Pois bem. Foi o que fizemos, em companhia de três colegas de hostel. Até o Morro da Urca tudo estava bem, afinal aquela aventura não seria estragada por alguns pingos e muitas nuvens. Uma vez lá em cima, nada nos faria não ir até o Pão de Açúcar e esse foi aí que nosso Indian Express Card começou a acumular milhas. Quando o bondinho chegou na Parada 3, a garoa já era chuva e fomos recebidos com rajadas de vento e muuuita água. Pra piorar, lá não tem grandes áreas cobertas, as pessoas estavam todas aglomeradas nas pequenas coberturas e a fila de volta estava gigante. Nem preciso dizer que a vista lá de cima era de nuvens e mais nuvens.

A minha sombrinha, que nem era tão “inha” quanto à da Má-Má, ela não deu conta do recado. Era chuva, vento, frio e medo. Sim, medo. Ainda não contei que eu tenho medo de altura aqui? Pois eu tenho, e só resolvi encarar os trajetos de bondinho pois me disseram que eles são rápidos. De fato são, mas quem me tirava da cabeça que aquilo ia despencar? Eu só conseguia ouvir “é uma cilada, Bino”…

No fim das contas, ao chegar no nível do mar eu já estava convencida de que aquele não era meu dia de partir da Terra e o passeio rendeu pelo menos um post e muitas fotos engraçadas. Apesar de ter voltado pra São Paulo com muitos cocares na mala, minha primeira visita ao Rio foi inesquecível. A falta de sol e o comprometimento da programação por conta do mau tempo são mesmo só desculpas para que eu tenha que voltar para lá. E se, na próxima visita eu encontrar pessoas tão legais quanto as que eu conheci desta vez, o Rio tem grandes chances de se tornar a minha cidade preferida! ;)

 Por Carrô.

Ali no lugar das nuvens a gente devia ver o Rio...

Era apenas uma chuva, mas parecia uma tempestade tropical...

Anúncios

Uma resposta »

  1. hahahahahahahahahahahahahaha
    morri!
    perdi esse passeio, mew!!!!!!!!!
    NÃO ACREDITO!!
    com ctza deve ter sido divertidíssimo, mas se só a chuvinha pré-balada na Lapa à noite já me deixou irritadíssima e nada contente, temo que esse passeio seria um pouco demais pra mim com tanta água se não compondo a vista do mar.
    mas a viagem valeu a pena. de verdade.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s