Post sem título

Padrão

Estive pensando em algo para escrever no blog. Pensei em contar sobre minha viagem de férias a Trancoso. Mas achei óbvio demais. Fiquei com preguiça. Pensei em escrever sobre o Carnaval. Não faz sentido. Passou em branco pra mim. Pensei em elogiar as mulheres e comemorar o Dia Internacional da Mulher. Mas li tantos posts a respeito que fiquei sem ideias. Cogitei até escrever um texto explicando porque eu fiquei tanto tempo sem aparecer. Daí me dei conta de que não conseguiria escrever sobre uma coisa sóbria nesse momento. Sólida. Coerente. Eu não estou sóbria.

 

Não consigo pensar nas coisas que sempre fizeram sentido pra mim. Agora elas são amenidades. Pensei em discutir essa minha confusão sobre sentimentos dos quais sempre tive certeza. Mas conclui que não valeria a pena. Seria exaustivo e não sairia do lugar. Então resolvi apenas escrever…

 

Será que estou perdendo a segurança que sempre procurei? E gostando. Querendo me sentir desequilibrada. Sem saber pra onde ir.  E gostando. Procurando respirar ares mais limpos, mais sujos, mais densos, menos conhecidos. Qualquer ar que não seja com o qual eu esteja acostumada a respirar. E gostando. E querendo mais. Pensando como seria se não fosse. Ou se não tivesse sido. Ou se não estivesse prestes a ser.

 

A cabeça está desejando outra coisa, que o coração insiste em resistir e hesitar. E bater o pé dizendo: Eu quero ir por ali. E a razão ainda tem vantagem. Pedindo pra ficar onde sempre achou que fosse o lugar mais seguro dentre todos os que já visitou. Mas o coração, a emoção e a sede de seja lá o quê se juntaram e estão decididas a comprar essa briga. Até quando?

 

Não queria que o post saísse com essa entonação. Era apenas expor o quanto estou cambaleando por aí me esforçando para acertar o passo. Mas parece que ficou triste. E não é. Pelo contrário. É ocasião que transborda expectativa, entusiasmo, ansiedade e um montão de medo. O resultado? Uma Mayra em ebulição. Mas se o texto não ficou do jeito que eu esperava que ficasse, ok, coerente com tudo que eu disse. Imprevisível como tudo que vem acontecendo. Como diz um amigo muito especial: O importante é ter a intenção. :)

 

 

Por May – pensando até agora em um título.

»

  1. entãoo cantemos juntas uma canção:
    (imagine regina duarte e tony ramos)
    hoje é um novo dia, de um novo tempo, que começou…
    (agora glória menezes e tarcisão)
    nessesnovos dias. as alegrias…serão de todos…é só querer.
    (a queridinha carolina dieckman ao lado do galã gianne)
    todos os nossos sonhos…serão verdade
    (mussunzinho e o indiano Ravesh)
    o futuro já começou!!!!

    huahauhauhauahuahauha
    e nem é Natal!!

    sempre around, baby. :)

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s