Prefiro que não me avisem. Depois não digam que eu…

Padrão

Eu adoro expressões populares. Uso muitas: as que estão em moda na televisão (é mara! Ah, tcha-tcha!); as que mais aparecem nos meus blogs preferidos (oi?); as que minhas amigas lançam inocentemente nos Happy Hours ou viagens da vida e, quando vejo, já estão irritando minha irmã (mano! Sem hesitar… me mata!); as que eu não entendo (qual é o pé do frango mesmo?)… enfim, tudo quanto é expressão, frase ou palavra que pode ser empregada em situações diversas para expressar o que não seria possível de outra forma, eu gosto de usar.

 

Mas tem uma… ah… tem uma que eu odeio. A maioria adora dizer e odeia escutar. Vocês querem saber qual é? Depois não digam que eu não av… ops! Já foi! É essa mesma. A chatíssima “Eu avisei…”.

 

Foi ela que dominou meu fim de semana e continua ecoando nos labirintos da minha consciência, como um fantasminha que vira fumaça quando tomo coragem de juntar minhas mãos para estrangulá-lo. Tudo isso porque, nos últimos seis meses, a luzinha de aquecimento do motor do meu carro acendeu DUAS vezes e… bem… porque ele deu o último suspiro de vida no sábado, depois que o maldito pontinho vermelho no painel fez sua terceira aparição.

 

Eram quatro horas da manhã quando consegui chegar ao posto sentindo o cheiro de queimado que saía do motor. Daí começou o festival do “Eu avisei…” de gente que nunca tinha me visto na vida antes! Tirando o frentista, que não tinha moral pra falar isso porque encharcou o motor de água quando não poderia (crianças, não se deve jogar água motor enquanto ele está fervendo. Depois não digam que eu…), foi a festa da sabedoria popular, a começar pelo motorista do guincho, que testou minha paciência, educação e conhecimentos de borracharia e – claro – às cinco da manhã me deu um zero bem redondo nessa última matéria. Em casa não foi diferente. Mãe, irmã e pai eram os novos… hummm… (diz aí o nome de um mecânico famoso. Não sabe?)… eram os novos sabe-tudo de sistemas de arrefecimento.

 

Agora o carro já está na oficina e quase pronto pra voltar pros meus braços. Segundo o verdadeiro sabe-tudo (assim espero, já que o cara é mecânico), o problema dele foi grave, mas não foi o pior. E que, sim, pode acontecer com qualquer carro, com qualquer pessoa. Há! Foi a melhor vingança. Não me considero nenhuma sabe-tudo (nesse assunto), mas o argumento foi o mesmo que usei para não transformar minha família em fumaça nos labirintos do inconsciente (não considerei a possibilidade de estrangulamento e ignorei o fato de que o cara vive disso, afinal, se existem mecânicos é porque os carros quebram mesmo, contra a vontade de seus donos).

 

O melhor é que não tive vontade de proferir a maldita “Eu avisei…” para os fantasminhas e, assim, evitei “mal-humorar” algumas pessoas. Tudo isso por um motivo bem egoísta (e nada nobre): prefiro guardar todo o gostinho da razão só pra mim e usar esse estoque quando eu realmente merecer ouvir o tom superior de quem me avisou.

 

Por Má-Má.

Anúncios

»

  1. Ma-má!

    Até sonhei com desastres de carro por causa dessa história! haha.. que horror! Foi um pesadelo, isso sim….
    Só que o Peper não era o Peper, era um Corsa prata. E eu dei PT nele…. pasme…

    Fazia tempo que eu não passava por aqui, então resolvi dar um ‘Oi’.
    =D

    Love,
    Skaf

  2. É universal o sentimento em relação à essa expressão, né? eu tbm a ODEIO, mas vira-e-mexe lá estou eu falando aquela-frase-que-nao-deve-ser-dita (à la Voldemort, hein? hehehe).

    Ela vem meio involuntariamente e quando me dei conta, pluft, ela já foi dita… hahaha Mas é importante saber quando ficar quieto, né?

    Ah, recado aos frentistas de plantão: se não sabem qual é o pé do frango, não tentem assar a galinha. Ou vão acabar comendo/servindo peru por engano… uheuehue

    PS: A Skaf sempre genial em seus comentários, hein? Hahahah linda.

  3. hahahaha
    sempre genial mesmo!!!
    nossa, odeio, odeio, odeio.
    nem uso!! sério mesmo. prefiro ouvir “bem feito!” do que “eu avisei…”. é ooooooutro sentido.

    huahauhauahuahuahauha
    quantas expressões citando aves!!!
    macacos me mordam!!! (pra variar, usei um mamífero)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s