Sobre desejos inexplicáveis

Padrão

Porque tem coisa que é assim: surge sem você saber de onde.

Quando me dei conta… o carro dos meus sonhos era um jipe bege com janela de plástico e zíper. Simples assim. Se me dissessem agora: vou te dar um carro. Pode escolher o modelo, ano, preço. Eu quero o meu jipe! Quer coisa mais legal do que uma janela aberta por zíper? No hay! O inventor disso só pode ser um gênio!

Do mesmo jeito, meus destinos de viagem preferidos estão aqui na América Latina. Londres, Nova York? Que nada! Me deixe em Los Roques que eu estou feliz! Não entenda isso como desdém às metrópoles do mundo. Um dia as conhecerei e serei a turista mais feliz do universo. É só… um desejo inexplicável de conhecer lugares que os livros, filmes e revistas ainda não dissecaram por completo.

Sabe quando bate aquela vontade de ver o amigo que acabou de ir embora ou de comer mais um pedaço de bife depois da sobremesa? Desejo inexplicável! Deu vontade e ponto final.

Aquele ataque de riso que vem nas horas mais inapropriadas é uma das vontades mais cruéis. Porque tudo o que se quer é matar a vontade de dar risada, mas o bom-senso proíbe e diz que não pode. Com essa, nem preciso dizer, eu sofro.

E viu… e aquela vez que você ficou com aquela pessoa completamente X? Aposto que foi só porque deu vontade…

E desejo de grávida? Será que é real ou só vontade de chamar atenção? Sabe como é, né? Gravidez, hormônios, carências… Desejo!

E do mesmo jeito que o desejo vem, ele vai. De repente, já não se quer mais aquele doce que se passou horas fazendo, aquela roupa com a qual até se sonhou, aquela pessoa que tanto paquerou. Os desejos e vontades são pessoais e intransferíveis e é aí que está a graça. A gente até compartilha de alguns com os mais chegados ou com completos estranhos, mas eles são nosso e de mais ninguém.

O desejo a gente não explica. Ele aparece e pronto. Nós podemos realizá-lo ou passar vontade. Tem aqueles que são mais difíceis de realizar, como o meu jipe. E tem aqueles que a gente resolve rapidinho. Como a vontade de escrever esse post.

 

Por Carrô.

Anúncios

»

  1. Carol! mto conveniente esse seu post….

    Sabe o que me deu vontade de comer hoje? Inexplicavelmente, assim, do nada?!

    Sonho… de padaria, sabe?

    Sim, já comi. Um mini-sonho. hihihi

    Ah! E caso queira me dar um carro, o meu pode ser um Space Fox, tá?

    bjoooooooooooo

  2. hahahahaahaha

    excelente!!!
    e quando me dei conta…isso parece um sonho!

    mais espirituosa, impossível!!!
    adorei!

    às vezes eu tenho vontade de comer maionese!!! aí quando vejo – BAM – não quero mais. simples assim. mas o lanche já chegou…
    hahahaha

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s