PH

Padrão

Confesso que hoje não é o meu melhor dia. Mas, na tentativa de me animar, comecei a pensar nas coisas mais gostosas da vida e resolvi escrever sobre a coisinha mais gostosa que existe e que me alegra no ato. É batata! E que você pode morder o quanto quiser que não engorda. Que você pode falar como uma ridícula que ninguém ri. Aliás, todo mundo age assim, te entende e compartilha dos mesmos espasmos de idiotices. Você pode apertar à vontade que não estraga, nem quebra, nem amassa. Só reclama, às vezes.

 

Sei que mulheres não resistem a essas pequenas delícias da vida. Nenhuma mulher consegue reprimir um risinho quando vê um bebê gorducho olhando pro nada e mexendo as mãozinhas minúsculas sem objetivo nenhum. E aquelas que se mantêm sérias e centradas diante da presença deles são duramente recriminadas pelas outras. Em minha opinião, com razão.

 

Se você não teve um bom dia, não hesite em abrir uma daquelas mensagens enviadas por correntes com uma apresentação de ppt. com milhões de bebês em diversas situações. Impossível não sentir uma pontinha de alegria. Mas por que isso? Porque perdemos a razão quando temos nas mãos um ser humaninho?

 

Eu sou suspeita para falar. Fico louca com meu priminho. Desde que ele nasceu já acho ele o bebê mais gostoso do universo. Ele é tão lindo que passo muitos minutos só olhando ele fazer nada. E não percebo o tempo passar. Preciso me policiar… senão viro visita chata para os pais, sabe?! Portanto, nunca esqueço o relógio quando vou dar um oi pro pequeno Pedro Henrique. Além do mais, e esse nome? Adoro.

 

Mas existem algumas coisas que eu não entendo:

  • Como uma mão pode ser tão pequena, mas mesmo assim ter tantas dobras?
  • Como um toquinho daquele pode babar tanto?
  • Por que ele fica tão feliz com qualquer coisa que a gente dá pra ele? Porém, desvia facilmente seus encantos e atenção de algo muito legal, como um mordedor novo que a prima deu para uma chave de casa fria e sem graça só porque foi o papai que ofereceu?
  • Por que a gente não pára de imitar os gestos novos que ele fez e os sons que ele insiste em repetir?
  • Por que consegue despertar o sentimento de tranqüilidade e serenidade e ingenuidade em qualquer um?

 

 

 Te mordo meu gordo macio.

 

E se eu contar pra vcs que sábado ele começa a natação? Botinho liso e escorregadio. Não é de matar/morrer?

 

Por May.

Anúncios

»

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s