A bola fora da GOL

Padrão

Queria não ter que estar escrevendo este post. Tinha até pensado em outro. Mas como tudo nessa vida é imprevisível, cá estou eu contando quão frustrada foi minha tentativa de visitar minha casa.

 

Desde o Carnaval que não durmo na minha cama, na cama em que costumava sonhar com o menininho que eu gostava no colégio, com o dia que passasse no vestibular, com como seria quando terminasse a facul. Enfim, a cama na minha casa em Campo Grande. Dando uma olhada no site da GOL, há mais ou menos 1 mês e meio, encontrei milagrosamente passagem de ida e volta por míseros 120 reais. Ok. Nem preciso dizer que comprei na hora. Ou melhor, compramos. Fábio, pra quem não conhece, meu namorado, iria comigo.

 

Well… o horário: perfeito. Sairíamos na sexta-feira às 22h07 e voltaríamos na segunda-feira às 03h40, com chegada prevista para 06h55. Tudo certinho. Fomos ao aeroporto de Congonhas sem pegar trânsito nenhum! Felizes da vida. Embarcamos com apenas 15 minutos de atraso. Maravilha! Dormimos um pouquinho depois que passou a tensão da decolagem… O comandante avisa: chegada prevista para as 23h10. Minha mãe estaria esperando desde as 22h30 (e lá continuaria…).

 

Aviso de atar cintos. Pouso autorizado. O piloto me arremete três vezes. Arrematar: quase pousar, mas subir bruscamente. Depois fiquei sabendo, por quem estava aguardando no aeroporto de Cpo Gde, que o avião quase pousou fora da pista. As arrematadas eram pra tentar alguma visibilidade. Eis que o comandante diz: O céu está fechado. Aguardaremos informações da torre de comando para tomarmos uma decisão. Após 15 minutos voando sem compromisso… com o se nada fosse.. o comandante retorna: Céu fechado. Pouca visibilidade. Pousaremos em Goiânia em 45 minutos. Olho pro Fábio e tento dormir de novo. Saco! Chegaremos hiper tarde. Sonho nosso. Se ao menos tivéssemos chegado…

 

A explicação da simpática comissária de bordo foi que pousaríamos em Goiânia (X), abasteceriam a aeronave e retornaríamos a Cpo Gde caso o céu abrisse. Se vcs não sabem, sim, o céu abre e fecha na linguagem aeronáutica. Já convencidos de que chegaríamos bem mais tarde na minha querida casinha, tentamos nos acalmar.

 

Goiânia, 01h30: Pousamos. Por favor, aguardem dentro da aeronave, por favor. Nervosismo aumentando. Por favor, terão que aguardar no saguão do aeroporto (fechado, detalhe) até as 03h, quando sai o relatório da Infraero dizendo se podemos ou não voltar a Campo Grande. Stress. Não vão nos dar água ou algo para comer? O representante da GOL zomba da nossa cara: Vcs podem comer o que quiserem aqui no aeroporto. (Mas as lanchonetes só abrem às 06h).

 

Esperamos até as 03h. Tranqüilo na medida do impossível. Depois disso, o cara me lança que o aeroporto de Cpo Gde não tem previsão para abrir antes das 10h. Ok… ninguém pode com a mamãe natureza. Fazer o que, né? Ir para um hotel esperar. NÃO. A GOL não autorizou irmos para um hotel. Agora me diz: pra que pagamos aquelas taxas nada imperceptíveis de seguro incluídas no valor da passagem? Eu respondo: para quando acontecer esses imprevistos, não ficarmos no saguão do aeroporto sem água e sem o que comer esperando por umas 7h… Foi a deixa para começar o motim: Queremos hotel!!!

 

O peão da GOL que colocaram para conversar com a gente diz que temos a opção de voltar para São Paulo e aguardar outros vôos para Cpo Gde. Ninguém quer. “Já estamos aqui, daqui vamos para Cpo Gde!”. Como se nós fôssemos palhaços, vem uma baixinha da GOL e diz: “Me parece que abriu o céu em Cpo Gde!”. Meu namorado, que é tão bobo quanto paciente, diz: “Eu quero um relatório da Infraero dizendo que abriu o aeroporto em Cpo Gde. Quem nos garante que vcs não vão nos levar para São Paulo como estão querendo?” Sim! Devíamos ter gravado isso. Essa hora já tinha o cara da ANAC junto e tudo mais. Um vuco-vuco geral! LÓGICO que disseram que não tinham tempo hábil para o relatório. Embarcamos. Quando deu umas 05h20 novamente o comandante nos acorda: “Bom dia, tripulação. Não tenho boas notícias… o céu em Cpo Gde continua fechado. Pousaremos em São Paulo às 07h”.

 

AAAAAAAAAAAAAAAA JUUUUURA????

 

Desrespeito com seu cliente. Deveria ser esse o slogan da GOL. Ou talvez: Cliente é tudo palhaço. Ou até mesmo: Voe conosco, seu troxa!

 

Enfim, não fui pra casa. Não dormi de sexta para sábado. Nem na minha caminha em Cpo Gde, nem em nenhuma outra caminha. Passei nervoso mesmo. E não estou muito feliz hoje por isso. Espero ter mais sorte em 18 de julho, pra quando consegui remarcar minha passagem.

 

E ah! Encurtei a história para o post não ficar maior do que já ficou. Afinal, imaginem, saímos de casa às 20h na sexta-feira, voamos um ‘pouquinho’ e retornamos às 08h de sábado. :(

 

 

Por May – torcendo pra alguém da GOL ver esse post. Pq eles acham que estávamos putos com as condições meteorológicas… e não com o atendimento e cuidado que não tiveram com os clientes.

»

  1. meu!!!!!!! olha, o comentário tá aberto há algum tempo e eu não sei como começar!!!!
    puta que pariu a GOL e esse mundo de merda!
    se alguém souber como devolver esse produto com defeito, por favor, compartilhe.
    ave, may…nossa…sem o que falar.

    não há pontos de exclamação suficientes no mundo pra isso.
    ahhhhhh, mas alguém dessa empresinha de bosta TEM que ver isso.
    ok que nosso blog é legal e tals, mas envia pra veículos com, digamos, mais leitores (hahahaha. sabe o tom).

    mano…sem noção…nem uma barrinha de cereais!? quero saber dos detalhes que não couberam aqui!!!

  2. Nossa senhora, Max… que roots esse passeio. Quer dizer, se tivesse sido passeio, seria melhor do que foi, certeza…

    Ia sugerir a mesma coisa que a Rafa, pra vc enviar sua queixa pro Fábio Lobo… vai saber. O máximo que vai acontecer é não acontecer nada.

    Quando começamos a achar que as coisas no Brasil vão finalmente começar a dar certo, a gente vê uma dessas. Fico triste de verdade com essa incompetência generalizada no nosso país. =/

    Beijos e espero MESMO que 18 de julho seja um dia muito melhor para voar! =]

  3. Que barra, hein May? Pelo menos, fico tranquila de não ter acontecido nada com vocês… imagina se o avião pousa fora da pista? Não quero nem pensar…
    É por isso que, nas minhas próximas férias, vou viajar de carro!!
    Beijão

  4. Pingback: Tudo Azul « A palavra final é: continue…

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s