Escolha eterna

Padrão

Por que em alguns momentos nos vemos tendo que escolher entre duas coisas (ou mais) que queremos muito e não podemos ficar com as duas ao mesmo tempo? Ontem não conseguia dormir pensando nisso. Pensamentos bem ‘leves’ para um domingo à noite. Não acham? Por que cargas d’água não podemos ter o que queremos quando queremos e como queremos? Temos que ficar, a vida toda, escolhendo caminhos, pessoas, coisas… e pensando como teria sido se tivéssemos escolhido o que não escolhemos. E, muitas vezes, por fazermos escolhas toda hora, nem nos damos conta do quanto que escolhemos no dia-a-dia. Seguindo a linha ‘bem leve’ para a segundona… resolvi destacar coisas bem corriqueiras que todo mundo escolhe e às vezes nem mais pára para pensar que se trata de uma escolha.

 

Oi ou tchau? DVD ou cinema? Ana Carolina ou Zélia Duncan? Cedo ou tarde? Chá ou café? Balada ou barzinho? RP ou JO? Cera quente ou gilette? Feriado ou férias? Palio ou Celta? Praia ou montanha? São Paulo ou Rio? Agência ou empresa? Água ou refrigerante? Light ou zero? Sustentabilidade ou marketing institucional? Frio ou calor? Fazer ou falar? Globo ou SBT? Faustão ou Gugu? Busão ou Trem? Ir ou vir? CTRL C ou CTRL V? Hoje ou amanhã? Amigos ou namorado? Inglês ou alemão? Veja ou Época? Dia ou noite? Mousse ou bolo? Ler ou escrever? Brad Pitt ou Tom Cruise? Rita Lee ou Elis Regina? Apartamento ou casa? Gelado ou quente? Fiat ou Chevrolet? Cobertor ou edredom? Hopi Hari ou Playcenter? Telefone ou Celular? Sandália ou tênis? Crase ou não? Ketchup ou mostarda? Aerossol ou Roll-On? Sol ou lua? Caminhar ou correr? Conquistar ou ser conquistado? Nestlé ou Lacta? Azeitonas ou alcaparras? Cachorro ou gato? Chocolate branco ou preto? Nokia ou Motorola? França ou Itália? Cabelos longos ou curtos? Maquiagem ou cara-lavada? Einstein ou Sírio? Yoga ou Pilates? Lápis ou caneta? Gmail ou hotmail? Vodka ou tequila? Aqui ou agora? Ponto ou vírgula? Liquidificador ou mixer? Amor ou tesão? Foto ou quadro? Beijo ou abraço? Saia ou calça? Max ou May? Cidade ou campo? Nike ou Adidas? Mar ou piscina? Churrasco ou massa? Dúvida ou certeza? Peixe ou frango? Folha ou Estado? Tom ou Jerry? Seriado ou novela? Sabonete líquido ou em barra? Ser ou não ser? Shit ou Scheibe? Futebol ou vôlei? Ziraldo ou Maurício de Souza? Branco ou Preto? Dinheiro ou Felicidade? Mãe ou pai? Menino ou menina? Casar ou não? Reto ou torto? Chuva ou garoa?

 

Você ou eu?

 

 

Should I have to make a choice? Really?

Can I stay with both?

So, I do it.

 

 

Us.

 

Escolha você também.

 

Por May.

 

»

  1. ah, dra. érica poderia ajudar com essas respostas! hahaha
    e acho que só ela, viu, max.
    sabe o que to pensando…é acho bom toda essa dúvida. pelo menos a gente tem o direito de escolher! e o importante é acreditar que a escolha que a gente fez foi a melhor…até pq nunca saberemos como teria sido se fosse diferente (olha o efeito borboleta. o filme soco-no-estômago)!
    de novo, acho que só a dra. érica poderia nos ajudar…

    bom, floreios à parte, deixa eu matar a pontinha do pão do padeiro maluco.
    hahaha

  2. Pingback: Quando a gente tem que escolher… « A palavra final é: continue…

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s